SIPCAM   SIPCAM
 
SIPCAM SUFREVIT X FECHAR JANELA SIPCAM

APV n.º 2437
Formulação: suspensão concentrada com 800 g/l ou 57,14% (p/p) de enxofre.
Modo de acção: fungicida inorgânico com acção preventiva e curativa.


CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO


Culturas

DoenÇas

(Conc. aplicaÇÃo)

RecomendaÇÕes

Videira

Oídio
(400-1250 ml/hl)

Em condições favoráveis e em vinhas de castas reconhecidas localmente como muito sensíveis ao oídio, usar apenas no período pré-floral.

Escoriose
(400–500 ml/hl)

Realizar dois tratamentos na Primavera, o primeiro no estado fenológico botão de algodão-ponta verde e o segundo à saída das folhas-folhas livres.

Macieira
Pereira

Pedrado
(600 ml/hl - antes da floração)
(400 ml/hl - após a floração)

Iniciar os tratamentos ao aparecimento da ponta verde das folhas e repetir no estado de botão branco ou rosa usando a concentração mais alta. Repetir à queda das pétalas e ao vingamento do fruto com intervalos de 10-12 dias se as condições climáticas favorecerem a doença, usando a concentração mais baixa.

Macieira

Oídio
(400 ml/hl)

Realizar tratamentos ao abrolhamento. Repetir com 7-10 dias de intervalo ou, em pomares muito atacados, de 5 em 5 dias até ao fim do crescimento dos rebentos.

Pessegueiro
Ameixeira

Lepra e Moniliose
(300-400 ml/hl - antes floração)
(200-300 ml/hl - após floração)

Aplicar ao entumescimento dos gomos, início da floração, queda das pétalas e vingamento do fruto. Para combate à moniliose repetir 10-15 dias depois, se necessário.

Pessegueiro
Damasqueiro

Oídio
(200–250 ml/hl)

Começar após a floração usando a concentração mais elevada. Prosseguir os tratamentos, se necessário, usando as concentrações mais baixas.

Ameixeira

Oídio
(200–400 ml/hl)

Morangueiro

Oídio
(250 ml/hl)

Iniciar os tratamentos após o aparecimento dos primeiros sintomas, em condições favoráveis à doença.

Tomateiro

Oídio
(200-250 ml/hl)

Iniciar os tratamentos imediatamente após o aparecimento dos primeiros sintomas. Repetir a intervalos de 2 a 3 semanas, se necessário.

Meloeiro

Oídio
(300-350 ml/hl)

Iniciar as aplicações quando as plantas apresentam 3-5 folhas definitivas. Repetir a intervalos de 2 a 3 semanas, se necessário.

Melancia
Pepino
Abóbora
Pimenteiro

Oídio
(200-300 ml/hl)

Feijoeiro
Ervilheira

Oídio
(150-200 ml/hl)

Beterraba sacarina

Oídio
(600 ml/hl)

Tratar ao aparecimento dos primeiros sintomas. Repetir a intervalos de 2 a 3 semanas, se necessário.

Begónia
Crisântemo

Oídio
(100-400 ml/hl)

Iniciar os tratamentos logo que se verifiquem os ataques e repeti-los a intervalos de 10 – 15 dias, sempre que a pressão da doença os justifique. A utilização deve ser precedida de um pequeno ensaio para avaliar possíveis efeitos fitotóxicos.

Roseira

Oídio
(200-400 ml/hl)




INTERVALO DE SEGURANÇA:


Não tem.


PRODUÇÃO INTEGRADA:
Permitido.


MODO DE PRODUÇÃO BIOLÓGICO:
Permitido.


CAPACIDADE DAS EMBALAGENS:
5 l, 20 l.


OUTRAS INFORMAÇÕES:
Ficha Técnica (download ficheiro PDF)
Ficha de Segurança (download ficheiro PDF)