SIPCAM   SIPCAM
  HOME   |   QUEM SOMOS   |   PRODUTOS   |   CULTURAS   |   INFORMAÇÃO   |   NOTÍCIAS   |   LINKS
 
Bem-vindo à Sipcam Portugal  
SIPCAM Pesquisa de Produtos SIPCAM
SIPCAM Insecticidas & Acaricidas - DIMETAL
Imprimir Imprimir
< voltar SIPCAM

<AV n.º 0493
Formulação: concentrado para emulsão com 400 g/l ou 38,4/ (p/p) de dimetoato.
Modo de acção: insecticida sistémico que actua por contacto e ingestão.


CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO


Culturas

PRAGAS

(Dose/Conc. aplicaÇÃo)

RecomendaÇÕes

Cenoura, pastinaca e raiz de salsa

Mosca da Cenoura
(600 ml/ha)

Tratar no início da infestação.

Cereais (trigo, centeio e triticale)

Afideos

(400-500 ml/ha)

Tratar no início da infestação. Respeitar os níveis populacionais para indicação do tratamento. Não tratar com dimetoato se estiverem presentes quantidades significativas de melada. Aplicar só até ao fim da floração. Utilizar a dose superior em situações de elevada pressão da praga.

Citrinos (laranjeira, limoeiro e tangerineira

Afideos

(100-200 ml/hl ou 1,2 L/ha)

Tratar no início da infestação. Período de espera de 7 dias para trabalhos de manutenção da cultura. Utilizar a concentração superior em situações de elevada pressão da praga.

Meloeiro, abóbora e melancia

Afídeos

(500 ml/ha)

Tratar no início da infestação e só até antes da floração. As flores são muito atractivas para as abelhas, não efectuar tratamentos após o início da floração.

Oliveira

Mosca da azeitona
(100 ml/hl ou 1,2 l/ha)

Tratar no início da infestação. Período de espera de 5 dias para trabalhos de manutenção da cultura. Apesar da polinização pelo vento, o polén exerce alguma atracção sobre as abelhas.

Traça da Oliveira
(120 ml/hl ou 1,2 L/ha)

Cebola, alho e chalota

Trips

(500-600 ml/ha)

Tratar no início da infestação. Na produção de sementes, as flores são atractivas para as abelhas. Prestar atenção específica e evitar tratar com dimetoato após o início da floração. Usar a dose superior em situações de elevada infestação.

Beterraba (mesa) e nabo

Afideos

(500-600 ml/ha)

Tratar no início da infestação. Utilizar a dose superior em situações de elevada pressão da praga.

Beterraba sacarina

Afideos

(500-600 ml/ha)

Utilizar a dose superior em situações de elevada pressão da praga

Tomateiro e beringela

Afídeos
(500-600 ml/ha)

Tratar no início da infestação. Utilizar a dose superior em situações de elevada pressão da praga

Ornamentais

Afídeos
(600 ml/ha)

Tratar no início da infestação. As flores são muito atractivas para as abelhas. Não efectuar tratamentos após o inicio da floração.




INTERVALO DE SEGURANÇA:


. 14 dias em alho, cebola e chalota.
. 21 dias em tomateiro e beringela.
. 28 dias em beterraba (mesa), beterraba sacarina, nabo e oliveira.
. 35 dias em cenoura, pastinaca e salsa de raiz grossa.
. 91 dias em tangerina e 106 dias em laranjeira e limoeiro.
. aplicar antes da floração em abóbora, melancia e meloeiro.
. não aplicar após o final da floração em trigo, centeio e triticale.


PRODUÇÃO INTEGRADA:
Permitido .


CAPACIDADE DAS EMBALAGENS:
100 ml, 1 l, 25 l.


OUTRAS INFORMAÇÕES:
Ficha Técnica (download ficheiro PDF)
Ficha de Segurança (download ficheiro PDF)
 
topo    
Avisos Legais Copyright © 2013 SIPCAM Portugal | Desenvolvido por Helcadesign