SIPCAM   SIPCAM
  HOME   |   QUEM SOMOS   |   PRODUTOS   |   CULTURAS   |   INFORMAÇÃO   |   NOTÍCIAS   |   LINKS
 
Bem-vindo à Sipcam Portugal  
SIPCAM Pesquisa de Produtos SIPCAM
SIPCAM Herbicidas - LINK COMBI
Imprimir Imprimir
< voltar SIPCAM

APV n.º 3954
Formulação: suspo-emulsão com 265 g/L ou 23,2%(p/p) de dimetenamida-P e 300 g/L ou 27,15% (p/p) de terbutilazina.
Modo de acção: Herbicida sistémico selectivo para o controlo de infestantes anuais na cultura do milho. Associa as características herbicidas de duas substâncias activas - a dimetenamida-P e a terbutilazina – cujo espectro de acção se complementa conseguindo-se uma eficácia elevada no controlo de infestantes gramíneas (nomeadamente milhãs) e dicotiledóneas.


CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO


Culturas

DoenÇas
(Conc. aplicAÇÃo)

RecomendAÇÕes

Milho

Infestantes anuais

(2,5-2,8 L/ha)

Aplicar em pré-emergência, no intervalo que decorre entre a sementeira e o aparecimento das infestantes e da cultura.

Infestantes anuais

(3,0 L/ha)

Aplicar em pós-emergência precoce do milho e das infestantes (até 2-3 folhas).


RECOMENDAÇÕES:



Na altura da aplicação o terreno deve estar bem preparado, húmido, liso e sem torrões.

Para que o produto exerça a sua acção é necessário que se verifique pluviosidade após a aplicação (10 a 15 mm) ou se proceda a uma rega equivalente.

O volume de calda deve ser de 300 a 600 litros por hectare.



INFESTANTES SUSCEPTÍVEIS:


Beldroega (Portulaca oleracea), bolsa-de-pastor (Capsella bursa-pastoris), catassol (Chenopodium album), erva-moira (Solanum nigrum), erva-pessegueira (Polygonum persicaria), ervilhacas (Vicia spp.), milhã-digitada (Digitaria sanguinalis), milhã-pé-de-galo (Echinochloa crus-galli), milhã-verde (Setaria viridis), moncos-de-perú (Amaranthus retroflexus), mostarda-dos-campos (Sinapis arvensis), pega-saias (Setaria verticillata), saramago (Raphanus raphanistrum), sempre-noiva (Polygonum aviculare), serralha-macia (Sonchus oleraceus), Galinsoga spp.


INFESTANTES MODERADAMENTE SUSCEPTÍVEIS:


Figueira-do-inferno (Datura stramonium), malvão (Abutilon theophrasti), bardana-menor (Xanthium strumarium).


INFESTANTES RESISTENTES:


Corriola (Convolvulus arvensis), grama (Cynodon dactylon), graminhão (Paspalum paspalodes), junça (Cyperus rotundus).


PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS:


· A aplicação repetida de LINK COMBI ou de herbicidas com o mesmo modo de acção, pode provocar o desenvolvimento de biótipos resistentes de algumas infestantes indicadas no rótulo como susceptíveis.

· Recomenda-se proceder à rotação de culturas, sempre que possível e não aplicar LINK COMBI mais do que 3 anos consecutivos nos mesmos solos.

· De preferência proceder à alternância com outros herbicidas de diferente modo de acção.

· Um intervalo de 10 meses deve mediar entre o tratamento com LINK COMBI e a instalação de culturas sensíveis, nomeadamente: aboboreira, alface, batateira, beterraba, espinafre, melancia, meloeiro, pepino, pimenteiro, tomateiro. Para outras culturas deve mediar um período de 7 meses.

· Durante a aplicação não atingir as culturas e os terrenos vizinhos.



PRODUÇÃO INTEGRADA:


O LINK COMBI é permitido em Protecção Integrada no combate a infestantes anuais monocotiledóneas e dicotiledóneas na cultura do milho, desde que nãos seja utilizado em solos de textura grosseira, pobres em matéria orgânica e em solos com camada freática até dois metros.


CAPACIDADE DAS EMBALAGENS:


500 ml, 1 l, 5 l, 25 l.


OUTRAS INFORMAÇÕES:


Ficha Técnica (download ficheiro pdf)
Informação Técnica (download ficheiro pdf)
Ficha de Segurança (download ficheiro pdf)

 
topo    
Avisos Legais Copyright © 2013 SIPCAM Portugal | Desenvolvido por Helcadesign