Usamos próprios e cookies de terceiros. Se você continuar a navegar, consideramos aceitar seu uso. Mais informações aqui.

Material de Pulverização

Qualquer que seja o tipo de material de pulverização utilizado – de grande, médio ou baixo volume – convém, antes de iniciar os tratamentos, conhecer correctamente o seu débito, ou seja, o volume de calda que consegue aplicar por unidade de superfície. Só assim o agricultor poderá preparar correctamente as caldas que pretende aplicar, para além de fazer uma utilização mais eficiente dos produtos fitofarmacêuticos.

O débito do pulverizador pode ser facilmente determinado mediante a realização de um simples “ensaio em branco” que consiste no seguinte:

  1. Marcar no terreno uma determinada área.
  2. Encher completamente o depósito do pulverizador com água.
  3. Proceder à pulverização da área de terreno referida em 1, mantendo constantes a pressão e a velocidade de deslocação da máquina.
  4. Verificar o volume de água consumido na pulverização, para isso, é suficiente medir o volume de água necessário para voltar a encher o depósito.
  5. Dividir o volume de água que gastou (em litros) pela área pulverizada (em m2) e multiplicar o valor obtido por 10 000. O valor final corresponde ao débito do pulverizador em l/ha.

Esta determinação deve ser feita após se ter verificado o bom estado de conservação e de funcionamento do pulverizador, se ter escolhido o tipo e o número de bicos da barra de pulverização, se ter estabelecido a pressão a que a máquina vai trabalhar e a velocidade a que poderá deslocar-se.

O débito do pulverizador deve ser determinado periodicamente e obrigatoriamente feito quando se pretende aplicar herbicidas em pulverização.

Actualmente há já serviços de inspecção e calibração equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos, como é o caso do serviço prestado pelo COTHN (Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional), tendo elaborado para o efeito um caderno de especificações de acordo com a Norma Europeia 13790. Pode consultar mais informação sobre este serviço em http://www.cothn.pt/.


Top