Usamos próprios e cookies de terceiros. Se você continuar a navegar, consideramos aceitar seu uso. Mais informações aqui.

Epik SG®

New product

Insecticida sistémico.

AutorizaçãoAutorização de Venda nº 0078 concedida pela DGAV
Composição20 % (p/p) de acetamiprida
FormulaçãoGrânulos solúveis em água (SG)
EmbalagensCaixa 24 ud

O EPIK SG® é um insecticida sistémico de ingestão e contacto pertencente ao grupo dos neonicotinóides. Actua no sistema nervoso, como antagonista do receptor nicotínico da acetilcolina. A sua actividade translaminar e sistemia garantem uma boa protecção da planta.

CulturasPragasConcentraçõesRecomendações
Macieira
Pereira
Afideos e larvas mineiras
(Leucoptera spp., Phyllonorycter spp.)
25 g/hLAplicar ao aparecimento das pragas, repetindo se necessário.

Ameixeira
Batateira
Cerejeira
Citrinos
Pessegueiro
Alface
Beringela
Melancia
Meloeiro
Pepino(estufa) Pimenteiro
Tomateiro
Tabaco
Roseira
Crisântemo
Gerbera

Afídeos (Aphis spp., Myzus spp.)25 g/hLAplicar ao aparecimento das pragas, repetindo se necessário.

Tomateiro
Beringela
Pepino(estufa) Pimenteiro
Roseira
Crisântemo
Gerbera

Mosca branca
(Trialeurodes vaporariorum, Bemisia tabaci)
40 - 50 g/hLAplicar ao aparecimento das pragas, repetindo se necessário (intervalo de 7 a 10 dias para a mosca branca). 
CitrinosMineira das folhas dos rebentos (Phyllocnistis citrella)40 - 50 g/hLTratar no início do ataque e dirigir a pulverização para os rebentos com folhas jovens.
BatateiraEscaravelho
(Leptinotarsa decemlineata)
Epitrix similaris 
15 g/hL

15 a 25 g/hL
Aplicar ao aparecimento das pragas. Repetir se necessário.
ArrozAfídeos (Schizaphis graminum)150 g/haAplicar ao aparecimento da praga (BBCH 20-89). Realizar apenas uma aplicação anual.
AlcachofraAfídeos (Aphis sp., Brachycaudus sp.)250 a 325 g/haAplicar ao aparecimento da praga (até BBCH 53).
MilhoBrocas (Sesamia nonagrioides, Ostrinia nubilalis)250 a 500 g/haAplicar ao aparecimento da praga (até BBCH 67-69).
Videira (uva de mesa e de vinificação)Cigarrinha verde (Empoasca vitis), Cicadelídeo da flavescência dourada (Scaphoideus titanus), Mosca do mediterrâneo (Ceratitis capitata), Cochonilha algodão (Planococcus sp.)250 a 500 g/haAplicar ao aparecimento das pragas (até BBCH 81).
OliveiraMosca da azeitona (bractocera oleae), Traça da oliveira (Prays oleae)325 g/haAplicar ao aparecimento das pragas (até BBCH 88).
Ervilheira, Feijoeiro e FaveiraAfídeos (Aphis fabae)250 a 325 g/haAplicar ao aparecimento da praga (até BBCH 64-85).
Couve-brócolo, Couve-flor, Couves de repolhoAfídeos (Brevicoryne brassicae, Myzus persicae)325 g/haAplicar ao aparecimento das pragas (até BBCH 49).
EspinafreAfídeos (Aphis fabae, Myzus persicae)250 a 300 g/haAplicar ao aparecimento das pragas (até BBCH 49).

Meloeiro, Melancia e Abóbora

(ar livre)

Moscas brancas (Bemisia tabaci e Trialeurodes vaporariorum)250 a 325 g/haAplicar ao aparecimento da praga (até BBCH 89).

Eucalipto

Gorgulho (Gonipterus platensis)200 g/haAplicar ao aparecimento da praga. Realizar apenas uma aplicação anual

PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS
O número máximo de aplicações de produtos com base em substâncias activas do grupo dos neonicotinóides não pode ser superior a duas para o total das finalidades e por período cultural. Nas ornamentais a utilização deve ser precedida de um pequeno ensaio para avaliar possíveis efeitos fitotóxicos.

MODO DE PREPARAÇÃO DA CALDA
No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.

MODO DE APLICAÇÃO
Calibrar correctamente o equipamento para o volume de calda gasto por ha, de acordo com o débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas) com especial cuidado na uniformidade da distribuição de calda. A quantidade de produto e o volume de calda devem ser adequados à área de aplicação, respeitando as concentrações/doses indicadas. Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.

AutorizaçãoAutorização de Venda nº 0078 concedida pela DGAV
Composição20 % (p/p) de acetamiprida
FormulaçãoGrânulos solúveis em água (SG)
EmbalagensCaixa 24 ud
Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

GHS07

GHS09

Avisos legaisATENÇÃO
Declarações de precaução

Nocivo por ingestão

Muito tóxico para organismos aquáticos com efeitos duradouros.

Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.

Lavar as mãos e face cuidadosamente após manuseamento.

EM CASO DE INGESTÃO: caso sinta indisposição, contate um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico. Enxaguar a boca.

Recolher o produto derramado.

Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.

Ficha de segurança fornecida a pedido.

Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.

Para protecção dos organismos aquáticos, em citrinos, pomóideas e prunóideas, respeitar uma zona não pulverizada de 5 metros em relação às águas de superfície.

Intervalo de segurança – 3 dias em estufa para beringela, pepino, pimenteiro e tomateiro; 7 dias em alface e batateira; 7 dias ao ar livre para beringela, melancia, meloeiro, pimenteiro e tomateiro; 14 dias em ameixeira, cerejeira, citrinos, macieira, pereira, pessegueiro e tabaco.

Centro de Informação Antivenenos – Tel: 808 250 143

A embalagem vazia deverá ser lavada 3 vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de recepção Valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.
OU
A embalagem vazia não deverá ser lavada, sendo completamente esgotada do seu conteúdo, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito.

Nota: Os resultados da aplicação deste produto são susceptíveis de variar pela acção de factores que estão fora do nosso domínio, pelo que apenas nos responsabilizamos pelas características previstas na lei.

Ficha Tecnica_Epik SG

Ficha tecnica insticida EPIK SG

Descarregar (224.52k)

Produtos Relacionados

Insecticida regulador de crescimento de origem vegetal. 

Insecticida de solo.

Insecticida regulador do crescimento para controlo do bichado da macieira e pereira,traças dos cachos e lagarta mineira dos citrinos.

Insecticida biológico.

Insecticida.

Insecticida de solo.

Insecticida natural à base de piretrinas.

Insecticida sistémico.

Top