Usamos próprios e cookies de terceiros. Se você continuar a navegar, consideramos aceitar seu uso. Mais informações aqui.

Tocsin WG®

New product

Fungicida sistémico.

AutorizaçãoAutorização de venda nº 0309 concedida pela DGAV
ComposiçãoGrânulos dispersíveis em água com 70% (p/p) de tiofanato-metilo
FormulaçãoGrânulos dispersíveis em água (WG)
Familia ProdutosFungicidas

O TOCSIN WG é um fungicida sistémico com actividade preventiva e curativa, pertencente ao grupo dos benzimidazóis, que inibe a mitose e a divisão celular actuando na β-tubulina. Afecta o desenvolvimento do tubo germinativo, a penetração nos tecidos da planta e o crescimento do micélio. 

UTILIZAÇÕES, DOSES/CONCENTRAÇÕES, ÉPOCAS E CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO

CULTURADOENÇACONCENTRAÇÃOAPLICAÇÃO
VIDEIRA (uvas para vinificar)Podridão cinzenta dos cachos (Botrytis cinerea)200 g/hLOs tratamentos fundamentais para esta doença são à floração-alimpa e ao pintor. Em anos muito favoráveis poderá ser necessário efectuar tratamentos com fungicidas ao fecho dos cachos e 3 a 4 semanas antes da colheita. A dose em pleno desenvolvimento vegetativo deve ser no máximo 1,6 kg/ha. Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto. Não aplicar em videiras de uvas de mesa.
MACIEIRA e PEREIRAPedrado (Venturia spp.)100 g/hLSeguir as indicações do Serviço de Avisos. Caso não existam, iniciar a protecção ao aparecimento da ponta verde das folhas, prosseguindo em condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento da doença. A persistência biológica do produto é de 10-12 dias. A dose a utilizar em pleno desenvolvimento vegetativo é de 1 kg/ha. Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto.
MACIEIRACancro (Nectria spp.)100 g/hLA aplicação deve ser feita no início da queda das folhas.
AMEIXEIRA, CEREJEIRA, DAMASQUEIRO e PESSEGUEIROMoniliose (Monilia spp.)100 g/hLSeguir as indicações do Serviço de Avisos. As épocas mais indicadas para controlar a doença são o início da floração, a queda das pétalas e o vingamento do fruto. A dose a utilizar em pleno desenvolvimento vegetativo é de 1 kg/ha. Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto, em cada cultura.
TOMATEIROCladosporiose (Cladosporium spp.)100 g/hLAplicar quando o tempo decorra chuvoso. A dose a utilizar em pleno desenvolvimento vegetativo é de 1 kg/ha Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto.
MELOEIRO e TOMATEIRO- Fusariose (Fusarium spp.)1 kg/ha (100 g/hL)Aplicar através de rega localizada (gota-a-gota), a partir das primeiras fases de desenvolvimento das culturas. Não efectuar mais de 1 aplicações por ano.
FEIJOEIROAntracnose (Glomerella lindemunthiana)110 g/hLTratar no estado de botões florais e, sempre que decorram condições favoráveis ao desenvolvimento da doença. Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto.
ERVILHEIRAAscoquita (Ascochyta pisi)110 g/hLTratar quando o tempo decorrer húmido ou chuvoso, tendo em especial atenção o período da floração. Não efectuar mais de 1 aplicação anual com este produto.

PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS
O uso sistemático deste produto pode conduzir ao aparecimento de estirpes resistentes. Não se deve aplicar tiofanato-metilo nos locais onde se comecem a verificar quebras de eficácia do produto.

MODO DE PREPARAÇÃO DA CALDA
No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.

MODO DE APLICAÇÃO
Calibrar correctamente o equipamento para o volume de calda gasto por ha, de acordo com o débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas) com especial cuidado na uniformidade da distribuição de calda. A quantidade de produto e o volume de calda devem ser adequados à área de aplicação, respeitando as concentrações/doses indicadas. Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.

AutorizaçãoAutorização de venda nº 0309 concedida pela DGAV
ComposiçãoGrânulos dispersíveis em água com 70% (p/p) de tiofanato-metilo
FormulaçãoGrânulos dispersíveis em água (WG)
Familia ProdutosFungicidas
Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

GHS09

GHS07

GHS08

Avisos legaisATENÇÃO
Declarações de precauçãoNocivo por ingestão. Nocivo por inalação.

Pode provocar uma reação alérgica cutânea.

Suspeito de provocar anomalias genéticas.

Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.

Não manuseie o produto antes de ter lido e percebido todas as precauções de segurança

Evitar respirar as poeiras.

Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.

Utilizar apenas ao ar livre ou em locais bem ventilados.

Usar o equipamento de proteção individual exigido.

Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.

Ficha de segurança fornecida a pedido.

Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.

Para protecção dos organismos aquáticos, respeitar uma zona não pulverizada em relação às águas de superfície de 15 metros em vinha e de 20 metros em macieira e pereira. Sempre que possível, utilizar bicos anti-deriva que garantam, pelo menos, 50% de redução do arrastamento da calda durante a aplicação do produto podendo, nesse caso, reduzir a largura da zona não pulverizada para 10 metros em vinha e 15 metros em macieira e pereira.

Intervalo de Segurança: 3 dias em damasqueiro, pessegueiro e tomateiro (aplicação foliar); 14 dias em ameixeira, cerejeira, ervilheira, feijoeiro, macieira e pereira; 21 dias em meloeiro e tomateiro (aplicação na água de rega em ambas as culturas); 35 dias em videira de uvas para vinificação, não aplicar em videira de uvas de mesa. Não realizar mais de uma aplicação em qualquer das culturas.

A embalagem vazia não deverá ser lavada, sendo completamente esgotada do seu conteúdo, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de recepção Valorfito.

Centro de Informação Antivenenos – Tel: 808 250 143

NOTA: Os resultados da aplicação deste produto são susceptíveis de variar pela acção de factores que estão fora do nosso domínio pelo que apenas nos responsabilizamos pelas características previstas na Lei.

Produtos Relacionados

Fungicida de superfície com actividade preventiva e curativa para o controlo do oídio da videira.

Fungicida cúprico.

Fungicida sistémico com amplo espectro de acção.

Fungicida sistémico do grupo dos triazóis (DMI)

Fungicida orgânico do grupo dos ditiocarbamatos.

Fungicida sistémico.

Fungicida.

Fungicida orgânico de síntese.

Fungicida orgânico de síntese.

Fungicida. 

Fungicida organocúprico.

Fungicida. 

Fungicida.

Fungicida penetrante anti-mildio, com actividade curativa e preventiva.

Fungicida sistémico para o combate ao míldio da videira (Plasmopara viticola).

Fungicida.

Fungicida sistémico com acção preventiva e curativa indicado para o combater os míldios da videira, da batateira e do tomateiro.

Fungicida.

Fungicida.

Top