Usamos próprios e cookies de terceiros. Se você continuar a navegar, consideramos aceitar seu uso. Mais informações aqui.

Krisant®

New product

Insecticida natural à base de piretrinas.

AutorizaçãoAV nº 1047 concedida pela DGAV
Composição40 g/L ou 4,3% (p/p) de piretrinas
FormulaçãoConcentrado para emulsão (EC)
Familia ProdutosInsecticidas

ESTE PRODUTO DESTINA-SE AO USO PROFISSIONAL.
PARA EVITAR RISCOS PARA OS SERES HUMANOS E PARA O AMBIENTE, RESPEITAR AS INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO.
MANTER FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

KRISANT EC é um insecticida à base de piretrinas naturais extraídas das plantas de Chrysanthemum cinerariaefolium (piretro). As piretrinas são compostos orgânicos que ocorrem de forma natural nas plantas de piretro e possuem actividade insecticidas sobre um vasto leque de insectos. O produto actua, principalmente por contacto sobre o sistema nervoso dos insectos como modelador dos canais de sódio. Possui uma elevada acção de choque.

O KRISANT EC está autorizado para Modo de Produção Biológico.

UTILIZAÇÕES, CONCENTRAÇÕES, ÉPOCAS E CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO

CulturasPragasConcentraçãoObservações

Aboborinha (courgette), Beringela, Pepino, Pimenteiro e Tomateiro

(ar livre e estufa)

Mosca-branca (Bemisia tabaci) e mosca-branca-das-estufas (Trialeurodes vaporariorum)75-90 mL/hL (máx 750 ml/ha)

Aplicar ao aparecimento das pragas. Realizar no máximo 2 tratamentos por ciclo cultural, com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.

Abóbora, Meloeiro e Melancia

(ar livre)

Mosca-branca (Bemisia tabaci) e mosca-branca-das-estufas (Trialeurodes vaporariorum)75-90 mL/hL (máx 750 ml/ha)Aplicar ao aparecimento das pragas. Realizar no máximo 2 tratamentos por ciclo cultural, com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.
Alface, Chicória (escarola)Afídeos (Nasonovia ribisnigri)75-90 mL/hL (máx 600 ml/ha)Aplicar ao aparecimento das pragas. Realizar no máximo 2 tratamentos por ciclo cultural com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.

Espinafre

(ar livre e estufa)

Afídeos, (Myzus sp.)
Pessegueiro (incluindo nectarina)Afídeo-verde-do-pessegueiro (Myzus persicae)75-90 mL/hL (máx 750 ml/ha)Aplicar ao aparecimento da praga.
Realizar no máximo 2 tratamentos por ano com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.
Ameixeira, Cerejeira e DamasqueiroAfídeo-verde-do-pessegueiro (Myzus persicae)75-90 mL/hL (máx 750 ml/ha)Aplicar ao aparecimento da praga, apenas em pré-floração. Realizar no máximo 2 tratamentos por ano com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.
Videira (uva de mesa e de vinificação)

Cigarrinha-verde (Empoasca vitis), cicadelídeo-da-flavescência-dourada (Scaphoideus titanus)

75-90 mL/hL (máx 750 ml/ha)Aplicar ao aparecimento das pragas, após a floração, a partir do bago-de-ervilha (BBCH75). Realizar no máximo 2 tratamentos por ano com 7 dias de intervalo mínimo entre aplicações.


RECOMENDAÇÕES

As piretrinas são sensíveis à luz solar e ao calor, degradando-se com facilidade por acção destes elementos.
O produto é, por isso, mais eficaz quando aplicado ao final do dia ou de manhã cedo, quando as temperaturas e a luminosidade são mais baixas.

Em plantas jovens de citrinos (até 3 anos), para o controlo de lagarta mineira, podem ser aplicado por pincelagem do tronco numa extensão de 15 cm, utilizando 1-2 ml de produto por planta.

Molhar bem toda a vegetação. As aplicações devem ser feitas ao início da manhã ou ao final da tarde e a calda aplicada imediatamente após a sua preparação. Para obter os melhores resultados convém que a água tenha um pH ácido (4 - 6), pelo que deve ser corrigida se for alcalina.

PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS

As piretrinas são sensíveis à luz solar e ao calor, degradando-se com facilidade por acção destes elementos.
O produto é, por isso, mais eficaz quando aplicado ao final do dia ou de manhã cedo, quando as temperaturas e a luminosidade são mais baixas.

Sendo um produto de contacto, deve assegurar-se uma boa cobertura das plantas. Recomenda-se, por isso, utilizar um volume de calda adequado, a fim de assegurar uma boa cobertura, incluindo a página inferior das folhas.

MODO DE PREPARAÇÃO DA CALDA

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.

MODO DE APLICAÇÃO

Calibrar correctamente o equipamento para o volume de calda gasto por ha, de acordo com o débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas) com especial cuidado na uniformidade da distribuição de calda. A quantidade de produto e o volume de calda devem ser adequados à área de aplicação, respeitando as concentrações/doses indicadas. Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.


Volume de calda a utilizar: 800-1000 L/ha em todas as culturas, com excepção de alface, chicória e espinafre que deverás ser de 600-800 L/ha.

Detentor da autorização:
SIPCAM IBERIA S.L.
C/ Beltrán Báguena, 5 46009 Valencia - Espanha
Tel. 0034963483500 – Fax. 0034963482721

Distribuido por:
SIPCAM PORTUGAL
Rua da Logística, 1 2050-542 Vila Nova da Rainha
Tlf.: 263 400 050 – Fax: 263 400 059
E-mail: sipcamportugal@sipcam.pt

AutorizaçãoAV nº 1047 concedida pela DGAV
Composição40 g/L ou 4,3% (p/p) de piretrinas
FormulaçãoConcentrado para emulsão (EC)
Familia ProdutosInsecticidas
Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

Avisos legaisPERIGO
PRECAUÇÕES TOXICOLÓGICAS, ECOTOXICOLÓGICAS E AMBIENTAIS

Muito tóxico para organismos aquáticos com efeitos duradouros.

Se for necessário consultar um médico, mostre-lhe a embalagem ou o rótulo.
Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
Usar luvas de protecção, vestuário de proteção, protecção ocular e protecção facial.
Recolher o produto derramado.

Eliminar o conteúdo e a embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
Ficha de segurança fornecida a pedido.
Não poluir a água com este produto ou com a sua embalagem. Não limpar o equipamento de aplicação perto de águas de superfície. Evitar contaminações pelos sistemas de evacuação de águas das explorações agrícolas e estradas.
Para proteção dos artrópodes não visados, respeitar uma zona não pulverizada de 5 metros em relação às zonas circunvizinhas.
Recolher o produto derramado.

Para protecção dos organismos aquáticos, respeitar uma zona não pulverizada em relação às águas de superfície de 10 metros em hortícolas e utilizar bicos antideriva que garantam, pelo menos, 50% de redução no arrastamento da calda durante a aplicação do produto.
Para protecção dos organismos aquáticos respeitar uma zona não pulverizada em relação às águas de superfície de 10 metros em videira, 20 metros em prunoideas (pós-floração) e 30 metros em prunoideas (pré-floração) e utilizar bicos antideriva que garantam, pelo menos, 90% de redução no arrastamento da calda durante a aplicação do produto.
Perigoso para as abelhas. Para proteção das abelhas e de outros insetos polinizadores, não aplicar este produto durante a floração das culturas. Não utilizar este produto durante o período de presença das abelhas nos campos. Não aplicar este produto na presença de infestantes em floração.
Após o tratamento lavar bem o material de proteção e os objetos contaminados, tendo o cuidado especial em lavar as luvas por dentro.

Intervalo de Segurança: – 1 dia em abóbora, aboborinha (courgette), melancia, meloeiro, pepino, pimenteiro e tomateiro; 2 dias em alface, chicória (escarola) e espinafre; 3 dias em pessegueiro (incluindo nectarina) e videira.

Ficha de segurança fornecida a pedido.

Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.

Para proteção dos organismos aquáticos, respeitar uma zona não pulverizada de 5 metros em relação às águas de superfície de 10 metros em batateira, tomateiro, pimenteiro, pepino, meloeiro e melancia; 20 metros em citrinos, videira, alface e couves e de 30 metros em macieira e pereira.

Intervalo de segurança – 3 dias em alface, batateira, citrinos, couves, feijoeiro, macieira, melancia, meloeiro, pepino, pereira, pimenteiro, tomateiro e videira.

Em caso de intoxicação contactar o Centro de informação Antiveneno: Telef: 800 250 250.
A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

NOTA – Os resultados da aplicação deste produto são susceptíveis de variar pela acção de factores que estão fora do nosso domínio pelo que apenas nos responsabilizamos pelas características previstas na Lei.

Produtos Relacionados

Insecticida regulador de crescimento de origem vegetal. 

Insecticida sistémico.

Insecticida de solo.

Insecticida regulador do crescimento para controlo do bichado da macieira e pereira,traças dos cachos e lagarta mineira dos citrinos.

Insecticida biológico.

Insecticida.

Insecticida de solo.

Insecticida sistémico.

Top